DESTAQUES

Alimentação saudável é o melhor remédio

Redação Vya Estelar 29/08/2016 ENTREVISTAS
Alimentação saudável é o melhor remédio
Fonte: Imagem - Esalq
A tiramina, presente no chocolate, pode ser responsável por enxaquecas

por Angelo Medina

Nesta entrevista ao Vya Estelar, a Drª Jocelem Mastrodi Salgado, autora do livro Pharmacia de Alimentos, mostra os componentes da dieta alimentar relacionados com o processo de desenvolvimento de diversos tipos de câncer. Explica por que a soja é o alimento mais saudável de todos e desvenda tudo sobre chocolates, lanches e refrigerantes.

Vya Estelar - A dieta está relacionada com o câncer?

Drª Jocelem - Muitos componentes da dieta alimentar têm sido relacionados com o processo de desenvolvimento do câncer, principalmente o de mama, cólon/reto (intestino grosso), próstata, esôfago e estômago.

Os estudos mostram que um terço de todos os tipos de cânceres está relacionado às dietas inadequadas. Principalmente uma alimentação pobre em fibras, com alto teores de gorduras e altos níveis calóricos: hambúrger, batatas fritas, bacon e frituras em geral, estão relacionados a um maior risco para o desenvolvimento de câncer de cólon, reto e mama.

Vya Estelar - A obesidade é um fator de risco para o câncer?

Dra. Jocelem - Sim. Existe o aumento de risco para o desenvolvimento de câncer de útero, vesícula biliar, mama e cólon. A estreita relação entre obesidade e câncer reside no fato de que com a obesidade os níveis do hormônio estrogênio aumentam, crescendo os riscos de câncer, principalmente em mulheres depois da menopausa. A obesidade promove meio favorável para o desenvolvimento de tumores, já que as células, incluindo as cancerígenas, crescem mais facilmente quando a quantidade de calorias do organismo é abundante.

Vya Estelar - E os aditivos químicos utilizados nos alimentos industrializados?

Dra. Jocelem - Podem trazer vários riscos para a nossa saúde. É o caso dos nitritos e nitratos utilizados para conservar alguns alimentos como picles, salsichas e alguns tipos de enlatados.

Esses conservantes podem transformar-se em nitrosaminas, substâncias com potente ação carcinogênica, responsável por altos índices de câncer no estômago. Embora as quantidades de aditivos sejam regulamentadas e muito pequenas, todo o cuidado é pouco, pois existem casos em que nem todos estão de acordo quanto à inocuidade desses aditivos.

Vya Estelar - Então qual a saída?

Dra. Jocelem - A minha dica é que na próxima vez que você for ao supermercado, repare nos ingredientes do rótulo. Prefira o mais natural, até porque nos tempos de nossas avós, elas não usavam aditivos em suas cozinhas.

Vya Estelar - O uso de hormônios utilizados para engordar animais de forma artificial, também podem contribuir?

Dra. Jocelem - O uso desses hormônios em frangos e bovinos pode ser um fator importante no desenvolvimento de câncer de mama.

Vya Estelar - E com relação aos grãos e cereais?

Dra. Jocelem - Os grãos, principalmente o amendoim, se armazenado em locais inadequados e úmidos, podem ser contaminados pelo fungo Aspergillus flavus, que produz uma toxina chamada aflotoxina, uma substância cancerígena. Essa toxina está relacionada ao desenvolvimento de câncer no fígado.

Vya Estelar - Quais os outros fatores que a senhora considera mais importantes para prevenir o câncer?

Dra. Jocelem - Um passo importante para as pessoas que querem se proteger contra o câncer é eliminar o fumo e levar uma vida equilibrada, sem correrias e mau humor.

Cânceres como o de esôfago e do estômago estão relacionados com o consumo de alimentos defumados, assados na brasa e aqueles preservados em sal (charque, carne de sol).

O excesso de sal também é nocivo. Alimentos salgados demais estão relacionados ao câncer do estômago.

Vya Estelar - Quais são os prós e os contras do chocolate?

Dra. Jocelem - O chocolate sempre foi considerado o inimigo número 1 das dietas e da vida saudável. Mas a medicina e a Vida Saudável provam que seus benefícios podem superar alguns prejuízos.

Chocolate: benefícios

Estimula a produção de serotonina: uma substância do cérebro que melhora o humor, ajuda a combater a depressão, a ansiedade e estimula os centros de prazer e bem-estar.

Contém substâncias estimulantes como a cafeína e a teobromina que agilizam o raciocínio.

Contém vitamina E, antioxidante importante que evita a formação de placas de gorduras nas artérias e combate o colesterol.

Como o vinho tinto, possui uma substância chamada polifenol, poderoso antioxidante que impede a formação de placas de gorduras.

Portanto, se consumido com bom senso seria um aliado na prevenção de doenças cardiovasculares.

Estudos recentes da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvad (EUA) concluiu que as pessoas que comem chocolate vivem um ou dois anos a mais do que as pessoas que não comem.

Os males

A cafeína poderá causar inquietação, distúrbio do sono e taquicardias.

A substância tiramina, presente no chocolate, pode ser responsável por enxaquecas.

Seu consumo pode aumentar as crises em quem sofre da síndrome do cólon irritável. Pode também estimular o crescimento do vírus de herpes.

Pode causar dependência exatamente como o álcool, o fumo e as drogas.

O chocolate desde que consumido em doses moderadas ( uma única barra de 100g pode conter 520 calorias), é sempre mais benefício que a frustração de não poder comê-lo.

Vya Estelar - O que pode acontecer com uma pessoa que consome refrigerantes excessivamente?

Dra. Jocelem - Os refrigerantes são classificados como bebidas não alcoólicas gasosas. Eles consistem em grande parte, de água com gás misturada com açúcar ou adoçante artificial, além de aromatizantes e corantes.

A ingestão habitual desta bebida leva a um alto consumo de calorias. O problema é que o consumo de refrigerantes tem feito com que bebidas saudáveis, como o leite e suco naturais, sejam deixados de lado nas refeições.

Pessoas que fazem do refrigerante sua principal bebida apresentam deficiências de vitamina A, cálcio e magnésio, nutrientes muito importantes para o organismo.

O gás do refrigerante produz certa distensão gástrica, inibindo o apetite e reduzindo o consumo de alimentos muito importantes para o nosso organismo.

Muitos refrigerantes podem conter cafeína, principalmente os do tipo cola. A cafeína é uma substância estimulante do sistema nervoso central, que quando ingerida em excesso pode causar dependência.

O consumo excessivo de refrigerantes pode causar excesso de peso e cárie. A grande quantidade de fósforo dessas bebidas pode atrapalhar a completa absorção de cálcio dos alimentos, por isso pessoas que querem prevenir a osteoporose não devem abusar dos refrigerantes.

Vya Estelar - Por que é tão importante tomar água?

Dra. Jocelem - A água é a substância mais abundante de todo o corpo humano. Ela é um componente essencial de todos os tecidos do organismo. Recomenda-se aos adultos a ingestão de dois a três litros de água por dia.

Vya Estelar - Os lanches são vilões?

Dra. Jocelem - Se for entre o café da manhã e o almoço (bem longe deste, para não atrapalhar o apetite) poderá ser feito um pequeno lanche composto de uma fatia de queijo, uma fruta ou um iogurte. Da mesma forma, um pequeno lanche poderá ser feito entre o almoço e o jantar.

Vya Estelar - Quais são os alimentos que inibem o sono?

Dra. Jocelem - Café, chá preto, guaraná, chocolate e refrigerantes do tipo cola. O ideal é fazer refeições leves à noite. Leite morno e sopas leves ajudam a ter uma boa noite de sono.

Vya Estelar - A soja é um alimento importante para a saúde da mulher na menopausa?

Dra. Jocelem - Sim, a soja é um alimento rico em um componente ativo denominado isoflavonas (componentes naturais também conhecidos como fitoestrógenos). As isoflavonas são apontadas como substitutos eficazes e úteis do hormônio sintético e são consideradas uma alternativa natural de reposição hormonal. Por serem muito semelhantes em estrutura química ao estrogênio, elas enganam os receptores desse hormônio localizados na célula, e acabam entrando em seu lugar.

Na menopausa, as isoflavonas repõem o estrogênio ausente, protegendo a mulher dos sintomas desagradáveis, e diminuindo o risco de osteoporose e doenças cardiovasculares advindos da ausência de estrogênio.

O mais importante é que esses fitohormônios trazem todos esses benefícios sem causar efeitos colaterais e por isso não apresentam nenhuma contra-indicação.

Contudo, as isoflavonas não são os únicos componentes da soja que apresentam benefícios para a nossa saúde. Sabe-se hoje que as proteínas do grão atuam beneficamente sobre as doenças cardiovasculares e, junto com as isoflavonas, potencializam os benefícios para as demais doenças. Por isso, as cápsulas de isoflavonas comercializadas no mercado não são tão eficazes quanto um alimento contendo a presença de todos os nutrientes da soja, uma vez que elas priorizam somente a presença das isoflavonas.

É importante também salientar que embora a soja em grão contenha todos os nutrientes e componentes ativos acima citados, existe a necessidade de se concentrá-los para que possamos atingir as quantidades que os estudos científicos recomendam como benéficos para saúde. Por isso, comer um pouco de soja todo dia não basta. É necessário ingerir um volume significativo do grão para se atingir as quantidades recomendadas, o que muitas vezes é impossível para nós brasileiros que não temos o hábito de comer soja.

Com base em todas essas informações, eu coordenei recentemente uma pesquisa com a soja, que contou com a participação de uma equipe de médicos e pesquisadores da FUGESP - Fundação de Gastroenterologia e Vida Saudável de São Paulo. O fruto dessa pesquisa é o Previna, um alimento que reúne em apenas uma porção, cerca de 15g de proteínas de soja e 45mg de isoflavonas. O alimento também é rico em cálcio, suprindo cerca de 45% das necessidades diárias do mineral com apenas uma porção.

Vya Estelar - Quais são os benefícios da laranja?

Dra. Jocelem - A laranja tem a propriedade de aumentar as defesas do organismo e de nos proteger contra o envelhecimento. É um dos alimentos que melhor se enquadram no conceito de alimento funcional, ou seja, um alimento que além de nutrir, protege nosso organismo de doenças. Nutrientes como a vitamina C, a pectina (um tipo de fibra solúvel) e substâncias como os limonóides encontradas na fruta, podem reduzir o risco de certos tipos de câncer, uma vez que são capazes neutralizar a ação danosa de substâncias potencialmente cancerígenas sobre o DNA.

Vya Estelar - E as fibras? O que se sabe de novo?

Dra. Jocelem - A fibra é um dos componentes dos alimentos vegetais que nos seres humanos não podem ser digeridos pelas enzimas e outros sucos digestivos presentes no estômago e no intestino. Até pouco tempo, as fibras eram praticamente ignoradas pelos pesquisadores da área de Vida Saudável e alimentos, mas hoje já se sabe que podem beneficiar todo o trato intestinal, evitando uma série de doenças, reduzindo o risco de cânceres como o de cólon/reto e diminuindo os níveis de colesterol em pessoas com colesterol alto.

Vya Estelar - A manga ajuda no controle da diabetes?

Dra. Jocelem - A manga foi capaz de reduzir em até 67% a taxa de glicose no sangue em uma pesquisa que desenvolvemos com animais experimentais na ESALQ/USP. A próxima etapa será conduzir um estudo clínico com pacientes com a doença.




Redação Vya Estelar



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.