DESTAQUES

Solteira aos 70: como vencer o preconceito para poder paquerar?

Margareth dos Reis 01/01/2016 COMPORTAMENTO

por Margareth dos Reis

Resposta
: Vamos começar pelo ponto que mais limita então! O preconceito, pois impede a pessoa de formar os seus próprios pontos de vista. Sem passar pela experiência a pessoa fica aprisionada apenas aos pré-julgamentos das coisas que a atemorizam.

E nem toda ameaça está fundamentada em perigos reais. O sofrimento que se experimenta somente na imaginação costuma ser sempre infinitamente maior do que se poderia provar na realidade. Assim sendo, muitos tabus e mitos são alimentados pelas distorções, antevisões negativas e falta de conhecimento.

Passando agora para o outro ponto, o prazer sexual feminino não diminui nem acaba com o envelhecimento podendo, portanto, ser sentido e desfrutado, sempre!

O mesmo vale para a paquera. Mulheres de qualquer idade podem testar o seu potencial de interação com pessoas de seu interesse.

Elevada autoestima motiva a paquera

O que contribui para a elevação da autoestima, autoconfiança e autoimagem é sentir-se apta para alcançar as coisas que deseja. Como não existem regras e nem fórmulas que garantam um encontro bem-sucedido com alguém, o melhor a fazer é avaliar se as oportunidades de prazer que a vida te apresenta te dão boa margem de segurança para você aproveitá-las e evitar expectativas fantasiosas.

Procure analisar sempre os seus limites, e não os limites externos, para viver as suas experiências. E, para finalizar, vida sexual ativa requer preservativos em qualquer idade também!

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga especializada em sexualidade Margareth dos Reis responde sobre dúvidas em relação à vida sexual e sexualidade. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Margareth dos Reis

É Psicóloga Clínica, Terapeuta Sexual e de Casais no Instituto H.Ellis-SP; psicóloga no Ambulatório da Unidade de Medicina Sexual da Disciplina de Urologia da FMABC; Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; epecialista em Sexualidade pela Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana – SBRASH; autora do livro “Mulher: produto com data de validade” (ED. O Nome da Rosa) Mais informações: www.instituto-h-ellis.com.br



ENQUETE

Você toparia ter um relacionamento de “amizade com benefícios”? Tratam-se de amigos que se tornam parceiros sexuais sem deixar isso interferir na amizade; o termo vem da expressão 'friends with benefits'.





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.