DESTAQUES

Como evitar a 'síndrome da classe econômica' em suas viagens

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SERVIÇO

As viagens de avião estão se tornando cada vez mais comuns na rotina pessoal e profissional de boa parte da população. E nos longos trajetos até o destino, o passageiro permanece muitas horas sentado e na mesma posição. Isso pode causar uma série de problemas graves relacionados à circulação sanguínea, como as tromboses e embolias pulmonares.

Por isso, todo cuidado é pouco quando o assunto é a chamada "Síndrome da Classe Econômica", denominação que faz alusão às estreitas poltronas dos voos comerciais.

A trombose é um distúrbio de coagulação do sangue caracterizado pela formação de coágulo ou "trombo". Esse distúrbio pode ser completamente assintomático ou apresentar sinais como dor, inchaço, coloração vermelho-escura ou arroxeada no local e endurecimento da pele. Mas o maior risco é que esse trombo se desprenda e chegue até os pulmões provocando entupimento de uma artéria, ou seja, embolia pulmonar, que é a causa de inúmeras mortes súbitas.

Entre os fatores de risco para a trombose, que incluem a terapia de reposição hormonal, o uso de anticoncepcionais, as varizes e o fumo, está a imobilidade causada por prolongados períodos de viagem de carro, ônibus ou avião. Nas situações em que o indivíduo acaba permanecendo por muito tempo na mesma posição, crescem as chances da trombose se manifestar, especialmente naqueles pacientes já predispostos ao problema.

No entanto, com alguns cuidados simples, esse mal é perfeitamente evitável. Para quem tem antecedentes familiares de embolias pulmonares, ou para aqueles que vêm verificando inchaço frequente nos membros inferiores, idosos e portadores de doenças cardiovasculares, é imprescindível uma consulta ao médico antes de fazer qualquer viagem mais longa.

Outra orientação importante para prevenir complicações é movimentar as pernas periodicamente durante o trajeto, massageando a panturrilha.

Bebidas alcoólicas também devem ser evitadas. Como o álcool é relaxante, o passageiro pode sentar-se mal acomodado e com a postura incorreta, o que é um agravante.

Se o médico considerar necessário, o passageiro será orientado a utilizar meias elásticas e medicamentos anticoagulantes. Mas especialmente nesse último caso, é essencial que haja indicação precisa do especialista, pois o uso indiscriminado desses medicamentos pode trazer sérias consequências.

Para prevenir a trombose e muitas outras doenças, o ideal é manter um estilo de vida saudável, fazer atividade física regular, alimentar-se de maneira balanceada, com dieta rica em frutas e verduras, e manter a hidratação adequada do corpo. São algumas medidas relevantes para a manutenção da saúde do organismo como um todo e que também são determinantes para uma maior longevidade.

Fonte: Antonio Carlos Lopes é presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica

 




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

Você busca a tranquilidade ao acordar?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.