DESTAQUES

Repulsa ao trabalho pode ser sintoma de burnout

Milena Imaizumi 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR

por Milena Liste

"Talvez esteja com síndrome de burnout: tive uma crise e estou tratando com psicóloga e homeopatia. Mas ainda sinto repulsa ao ambiente de trabalho. Gostaria de alguns conselhos"

Resposta: Como educadora física e fisioterapeuta, posso fazer algumas considerações sobre a Síndrome de Burnout, um termo em inglês que une as palavras BURN=queimar + OUT=fora.

A grosso modo, essa síndrome, com maior prevalência em médicos, enfermeiros, bancários e professores, pois atuam em funções onde há maior interação pessoal tendo de lidar diretamemte com pessoas.

Síntomas psíquicos

Dessa forma podem surgir sintomas como:

- isolamento profissional e social;

- despersonalização (não querem relação pessoal, preferem e-mails ao invés de estabelecer contatos presenciais ou por telefone.

Sintomas físicos

- esgotamento físico, estresse, taquicardia;

- dores no estômago;

- enxaqueca, variando de pessoa para pessoa;

- insônia, excesso de cansaço, sonolência, enfim... esgotamento.

A síndrome de burnout é um distúrbio psíquico precedido de esgotamento físico e mental, cuja causa está intimamente ligada à vida PROFISSIONAL.

Comportamento no trabalho: autoafirmação

Algumas características como necessidade de se autoafirmar (voltando a energia ao trabalho), dedicação intensa (achar que precisa fazer tudo sozinha), descaso com as necessidades básicas, como dormir, ficar com familiares, sair para se divertir, tender a se isolar e fugir, além de outras podem estar presentes nas suas crises.

É óbvio que você DEVE realizar psicoterapia. O fato de você procurar ajuda demonstra um bom sinal.

Na minha área profissional meu conselho é praticar caminhadas leves diárias, natação, hidroginástica, hidroterapia, massagens e qualquer atividade relaxante que seu corpo goste.

Em Dama das Camélias de Alexandre Dumas, a personagem principal tem um esgotamento físico e mental e vai passar uma temporada no campo, isso no século XIX.

Libere serotonina e relaxe seu corpo e mente; procure atividades que façam você feliz!

Boa sorte!

ATENÇÃO: As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de educação física e não se caracterizam como sendo um atendimento

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A professora de educação física e fisioterapeuta Milena Imaizumi responderá e-mails relacionados à saúde da mulher na área da atividade física, fisioterapia/obstetrícia, ginástica postural, ergonomia e RPG. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail não serão publicados.

ENVIAR PERGUNTA



Milena Imaizumi

Educadora física, pós-graduada em Fisiologia do Exercício e fisioterapeuta, pós-graduada em Fisioterapia Desportiva. Desde de 1997, atua como personal trainer há 15 anos na área de ginástica postural e RPG. Desde 2007, na área de uroginecologia trabalha com orientação e conscientização da saúde do homem, da mulher e de atletas quanto a musculatura pélvica e afecções. Supervisiona o curso de Fisioterapia em Obstetrícia e Uroginecolocogia da UNIFESP.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.