DESTAQUES

Saiba como potencializar as funções cognitivas

Marta Relvas 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Funções cognitivas ajudam a buscar soluções

por Marta Relvas

O processo de aprendizagem requer do estudante condições neurobiológicas, cognitivas, emocionais e pedagógicas, além dos estímulos necessários em cada uma das fases de seu desenvolvimento.

As funções cognitivas determinarão grande parte da capacidade e habilidade para o indivíduo buscar soluções e criar padrões de desenvolvimento, favorecendo o processo de maturação para chegar à vida adulta com controle equilíbrio cognitivo e afetivo.

Reconhecer o processo cognitivo e como o cérebro aprende é o primeiro passo para uma adaptação pedagógica em sala de aula, verificando como cada indivíduo processa as informações e como apresenta autonomia diferenciada de aprendizagem.

É fundamental reconhecer a importância desse processo para melhor promover a inserção do "sujeito inacabado", segundo Freire (2006), num permanente processo social de busca do conhecimento do mundo, de escolhas e decisões que permearão o crescimento social e intelectual desse estudante.

Segundo Paulo Freire (2006) educar exige respeito à autonomia do educando, respeito, a autonomia e a dignidade de cada um é solidificação ética que deve ser fornecida por cada participante do processo educacional. É esse respeito e acreditar nas possibilidades e capacidades individuais juntamente com um educador comprometido, buscando novas propostas e experiências darão as bases necessárias para o processo o crescimento e a aprendizagem.

Dicas para potencializar as funções cognitivas do estudante:

1 - Faça perguntas abertas utilizando a palavra "como", " quando", "onde", e "o quê".
Por exemplo: " Como vocês acham que (.....) pode influenciar a vida de vocês?

2 - Estimule o estudante a compreender que decisões e pontos de vista formulados sob forte emoções podem ser muito diferentes do que seria esperado quando a mesma pessoa está tranquila.

3 - Encoraje os estudantes à utilizarem recursos de pesquisas sobre assuntos discutidos em aula.

4 - Em situações de conflitos pessoais, desafie positivamente o intelecto do estudante.

Obs: O córtex órbitofrontal, região cerebral que permite que uma pessoa anteveja as consequências de suas escolhas, só amadurece no fim da adolescência. Por isso, ajudas e acompanhamentos são necessários até que nossos estudantes "caminhem sozinhos" no processo de aprendizagem.

Consulta bibliográfica:

Relvas, Marta P. Sob o Comando do Cérebro - entenda como a Neurociência está no seu dia a dia. Editora WAK, 2014, Rio de Janeiro.

 




Marta Relvas

Bióloga; Doutora e Mestre em Psicanálise; Neuroanatomista; Neurofisiologista; Psicopedagoga e Especialista em Bioética; Tem certificação no programa internacional em Reggio Emília Study Abroad Program na Itália; Title of People Expression Special category Best Practices in Education Neurosciences and childhood and adolescence learning of Erasmus+ University – Europe – Portugal; Membro Efetiva da Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento; Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia Rio de Janeiro; Autora de livros e DVDs sobre Neurociência e Educação – Transtornos da Aprendizagem publicados pela Editora WAK e Editora Qualconsoante de Portugal; Atua ainda como Professora Universitária na Universidade AVM Educacional / Cândido Mendes, nos cursos de pós graduação em Psicopedagogia, Psicomotricidade, Neurociência Pedagógica, e na formação Docente; Professora na Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro nos cursos das áreas: saúde, licenciatura; Professora Mentora do curso de Neurociência e Educação CBI OF Miami. Professora, pesquisadora convidada no curso de pós graduação de Neurociência do IPUB/ UFRJ. Coordenadora do Programa de Pós graduação de Neurociência Pedagógica na Universidade Candido Mendes/ AVM Educacional. Palestrante no Brasil e no exterior.



ENQUETE

Quem não tem cão caça com o “ex”, que está receptivo. Você concorda?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.