DESTAQUES

Como saber se estou passando do limite ou se corro risco de ter overtraining?

Redação Vya Estelar 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Overtraining: treinamentos de alta intensidade

por Simone Sarti

"Tenho 59 anos, ha quatro iniciei musculação, caminho na rua, já consigo trotar um quilômetro e isso aumentou muito minha condição física. Mas tenho dúvida se posso pecar por muita atividade, pois venho sentindo o lado esquerdo todo e as medidas estão menores em um centímetro na perna, coxa e braço esquerdo."

Resposta: As adaptações fisiológicas causadas pela prática regular de exercícios devem ser benéficas e sendo assim se relacionam com uma menor incidência de doenças degenerativas e cardiovasculares.

Porém, se feitas de forma exagerada ou mal orientadas, podem levar a resultados indesejáveis e um deles pode ser o overtraining.

Overtraining ou síndrome de overtraining se caracteriza por treinamentos de alta intensidade, volume muito grande de treino e sem intervalo de recuperação suficiente. Fatores psicológicos e dietas inadequadas também contribuem para o problema.

Os dados a respeito de seu treinamento (4 anos de musculação, trotes de 1 km), levam a crer que você já está adaptado ao treino. Nesse caso, musculatura e sistema cardiovascular estão bem trabalhados e se o treinamento estiver bem dividido na semana, não me parece que há risco de overtraining. De qualquer forma, fique atento aos principais sintomas da síndrome:

Síntomas da síndrome de overtraining

. queda de desempenho (persistente, mesmo após períodos de descanso)
. dores musculares
. sono inadequado
. perda de peso
. perda de apetite
. mudanças no humor
. fadiga crônica

Na dúvida, procure um médico, com especialização em Medicina Esportiva. Ele deverá pedir uma avaliação física completa e alguns exames para detectar alterações hormonais, imunológicas, fisiológicas e outras. Em seguida, com esses dados, consulte o professor de Educação Física, para que ele monte seu programa de treino com as modificações necessárias.

 

 




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.