DESTAQUES

Aprender e ensinar é uma relação cognitivo-afetiva

Marta Relvas 01/01/2016 COMPORTAMENTO
O cérebro tem um mecanismo que esvazia a si mesmo para aprender mais

por Marta Relvas

Para isso o professor deve emoldurar os conteúdos de maneira agradável (não importa a disciplina); sendo criativo e multifuncional: abaixo dou cinco dicas sobre isso.

O processo ensino-aprendizagem deve ser excitar e ao mesmo tempo minimizar a excitação, dentro do que se pretende atingir, para não perder o foco, pois:

Aprender é...

Significativo = significados;
Cooperativismo = cooperação, amizade e afeto;
Colaborativo = interação, solidariedade e altruísmo.

Dicas dos cinco "erres" do processo de ensino e aprendizagem em sala de aula:

1. Refletir: desafiar o cérebro do aluno; elevar seus pensamentos;

2. Recodificar: apresentar novos conceitos, novas ideias, organizar as informações de modos diferentes a fim de que o aluno assimile as informações e aprenda;

3. Reforçar: o que é sempre importante lembrar e saber no decorrer das aulas, conforme os conteúdos trabalhados;

4. Rever: reestruturar o que eles já aprenderam, revisar sempre;

5. Recuperar: ativar a memória por meio de dicas, lembrar sempre das aulas anteriores, exemplificar, aludir para não esquecer; lembrem-se que o cérebro tem um mecanismo que esvazia a si mesmo para aprender mais; ele é analógico; ele é fiel escudeiro da biologia e anatomia corporal.




Marta Relvas

Bióloga; Doutora e Mestre em Psicanálise; Neuroanatomista; Neurofisiologista; Psicopedagoga e Especialista em Bioética; Tem certificação no programa internacional em Reggio Emília Study Abroad Program na Itália; Title of People Expression Special category Best Practices in Education Neurosciences and childhood and adolescence learning of Erasmus+ University – Europe – Portugal; Membro Efetiva da Sociedade Brasileira de Neurociência e Comportamento; Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia Rio de Janeiro; Autora de livros e DVDs sobre Neurociência e Educação – Transtornos da Aprendizagem publicados pela Editora WAK e Editora Qualconsoante de Portugal; Atua ainda como Professora Universitária na Universidade AVM Educacional / Cândido Mendes, nos cursos de pós graduação em Psicopedagogia, Psicomotricidade, Neurociência Pedagógica, e na formação Docente; Professora na Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro nos cursos das áreas: saúde, licenciatura; Professora Mentora do curso de Neurociência e Educação CBI OF Miami. Professora, pesquisadora convidada no curso de pós graduação de Neurociência do IPUB/ UFRJ. Coordenadora do Programa de Pós graduação de Neurociência Pedagógica na Universidade Candido Mendes/ AVM Educacional. Palestrante no Brasil e no exterior.



ENQUETE

Desde que começou o ano, os noticiários só exibem uma sucessão de tragédias à exaustão. Isso te deprime?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.