DESTAQUES

Teste de orientação vocacional apontou vários cursos e fiquei confuso. O que faço?

Roberto Santos 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Escolha de carreira começa a partir da escolha do curso

por Roberto Santos

"Tenho 27 anos e sofro muitas barreiras no mercado, pois nunca trabalhei e não fiz faculdade. Isso porque passei anos de minha vida doente. Eu sofria de depressão, ansiedade, fobia social e esquizofrenia. Hoje, finalmente as coisas estão entrando nos eixos. Quanto à profissão, eu tenho múltiplos interesses. Fiz teste de orientação vocacional e fiquei confuso, pois saíram vários cursos e não sei qual escolher. Os cursos foram: administração, economia, sociologia, psicologia, serviço social, hotelaria, gastronomia, publicidade, contabilidade, estatística, direito e arquitetura. Eu gosto de todos esses cursos. Em relação ao mercado de trabalho presente e futuro, em quais cursos teria mais chances de crescimento e de retorno financeiro?"

Resposta: Primeiramente, que bom saber que você se recuperou de suas dificuldades de saúde e ainda tão jovem, para poder construir sua carreira. Pena que seu orientador vocacional acabou deixando-o mais confuso e com dúvidas do que com caminhos mais iluminados para buscar uma faculdade.

Ainda que seus resultados indicaram uma tendência para as Ciências Humanas e Sociais e nada em Ciências Biológicas e Exatas -- as diferenças entre estatística, hotelaria e arquitetura são gigantes.

Plano de carreira

Procure pensar sua escolha de carreira, que começa com um curso superior ou mesmo técnico, como um tripé -- lembra-se daquelas aulas de geometria em que aprendemos que precisamos de três pontos para sustentar um plano. É mais ou menos isso, com relação a seu plano de carreira. Um dos pontos do tripé é o que você gosta muito de fazer -- contas ou desenhos, ajudar ou servir outras pessoas, falar e escrever -- e assim por diante. Por aí, já poderá eliminar alguns cursos porque não gosta, por exemplo, de matemática que seria essencial para estatística, economia, contabilidade e arquitetura.

O segundo ponto do tripé se trata daquilo em que sua estrela brilha -- em que você é muito bom. Nem sempre somos bons naquilo que gostamos ou temos prazer e satisfação em fazer aquilo em que somos bons. Este segundo filtro não deve ser excludente de algo se gosta muito, pois a motivação pode nos ajudar a aprender e ser muito bom naquilo que hoje não temos competência -- até na matemática, se for o seu caso. Por último mas não menos importante, o ponto que você conclui sua consulta -- em qual carreira você teria "mais chances de crescer no mercado de trabalho e de ter retorno financeiro." Este elemento do tripé é bastante variável, em função da economia e das transformações sociais que fazem com que carreiras que já foram muito promissoras deixem de sê-lo depois de alguns anos e despontam outras que nem imaginávamos.

Numa economia relativamente aquecida como a que vivemos no Brasil, apesar dos recentes sinais de enfraquecimento, as oportunidades têm sido positivas, apesar da competitividade. Para estar pronto para a batalha no mercado de trabalho, acelerar sua formação -- cursos técnicos ou superior e um idioma como o inglês e, mais importante, ter a sua resposta aos outros dois elementos do tripé -- definir o que brilha seus oihos (o que gosta mais) e o que brilha os olhos de quem o vê aplicando alguma habilidade/conhecimento que você tem.

Boa sorte!




Roberto Santos

Profissional de Recursos Humanos, com mais de 40 anos de atuação no mercado, Roberto teve diversas posições como profissional e executivo de RH em multinacionais de grande porte. É sócio-diretor da Ateliê RH, consultoria com mais de 14 anos de atuação no mercado, e distribuidor Hogan no Brasil. Mais informações: www.atelie-rh.com.br



ENQUETE

As redes sociais te deixam mal? Já pensou em abandoná-las?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.