DESTAQUES

Quando aplicar a acupuntura?

Jou Eel Jia 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Acupuntura libera endorfinas

por Jou Eel Jia

A acupuntura junto com a fitoterapia, dietoterapia e a prática física, onde se inclui, a meditação, formam os pilares da Medicina Tradicional Chinesa. A palavra vem do latim acus (agulha) e punctúra (picada).

Trata-se de inserir agulhas em pontos do organismo, onde há maior concentração de energia, são os chamados meridianos.

Os meridianos são canais onde circulam a energia no nosso corpo. Existem vários canais de energia como, por exemplo, o meridiano do coração, do rim do fígado do pulmão, do baço e do pâncreas. O meridiano integra os sistemas físico e emocional simultaneamente.

Exemplos

- A energia do coração se relaciona com a alegria e ansiedade;
- A energia do pulmão se relaciona com a depressão e a tristeza;
- A energia do fígado se relaciona com a raiva e o rancor;
- A energia do rim se relaciona com o medo e o pânico;
- A energia do baço e do pâncreas se relacionam com a racionalização e a preocupação. Então, uma pessoa muito preocupada pode vir a ter diabetes, por exemplo, já que o pâncreas é o responsável pela secreção de insulina, que regula o nível de açúcar no sangue.

Quando essa energia não flui, ela provoca uma estagnação e essa estagnação leva às doenças, é a chamada somatização. Daí surgem as doenças psicossomáticas. Esse distúrbio provoca tanto alterações físicas como emocionais. Quando você tem a estagnação, acontece a dor. Por isso a acupuntura pode ser utilizada como anestésico.

Pontos de acupuntura

Através dos pontos de acupuntura (agulhas nos meridianos), são liberadas substâncias como: endorfinas, serotoninas, entre outras, que regulam nossa fisiologia e nosso humor. Elas têm atuação sobre doenças auto-imunes e doenças de fundo emocional. Por isso, a acupuntura pode ser utilizada no tratamento de uma síndrome do pânico ou mesmo de uma hérnia de disco, porque o tratamento vai na causa do processo, ou seja, trata da causa do desequilibro.

Aplicação da acupuntura

Pode ser utilizada como tratamento complementar em boa parte das doenças ou como terapêutica principal: principalmente nas doenças psicossomáticas.

Atenção!
Este texto e esta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um médico e não se caracterizam como sendo um atendimento




Jou Eel Jia

É formado em Medicina pela UNIFESP e é Presidente da Associação de Medicina Tradicional do Brasil (AMC). Professor Titular de Pós-graduação em MTC e Acupuntura do HSPM e Faculdade de Medicina de Jundiaí. Autor dos livros Ch’an Tao, essência da Meditação (editora Sumus) e Ch’an Tao Conceitos Básicos: Medicina Tradicional Chinesa, Lien Ch’i e Meditação (editora Ícone).



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.