DESTAQUES

É melhor contar tudo ou omitir certas coisas para não magoar o outro?

Anette Lewin 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Omissão ou mentira, dependendo... pode ser uma forma de zelo

por Anette Lewin

Resposta: Quem ama cuida, diz o ditado. Daí que no amor o mais importante é a sinceridade no sentimento. O que falamos deve estar a serviço do que sentimos. Portanto, se em determinada situação, percebemos que as palavras mais prejudicam do que ajudam, é de bom tom omiti-las sim.

Por outro lado, não podemos omitir sempre sob pena de não deixarmos o outro saber o que realmente sentimos. Vale então o bom senso para decidirmos quando omitir, quando revelar e, dependendo da situação, quando mentir! E que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu por amor.

Por favor, me esclareça a diferença entre mentira e omissão
Sou noivo e não admito que minha noiva omita de mim qualquer coisa. Ela alega que faz isso às vezes, porque sabe que eu não vou aceitar certas coisas

Resposta: Omitir é não expor uma verdade enquanto mentir é deturpar uma verdade. Num relacionamento afetivo as pessoas esperam que seus parceiros sejam verdadeiros mas, como sua noiva diz, certas verdades mais atrapalham do que ajudam numa relação. Acho que você deve rever sua posição principalmente quando diz "não admito que omita" e olhar para si próprio, pois certamente  você também já omitiu coisas para não deixar o relacionamento pesado, não é? O que vale, na verdade, é o cuidado que temos com nossos parceiros e, às vezes, uma omissão é apenas uma forma de cuidar.

Atenção!
As respostas do profissional desta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um profissional de psicologia e não se caracterizam como sendo um atendimento

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga Anette Lewin responderá sobre relacionamento amoroso, conflitos na vida a dois e conjugal. Esta resposta possui dois formatos: 1º formato: responder as perguntas enviadas pelos leitores. 2º) formato: de A a Z, explicar através de uma palavra em específico (verbete) o significado do que sentimos ao amar. Esta palavra será extraída de um e-mail enviado pelo leitor a esta coluna. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Anette Lewin

É psicóloga graduada pela PUC/SP. É psicoterapeuta de adultos e adolescentes em consultório particular desde 1975 até a presente data. É coach em saúde mental.



ENQUETE

Você acredita na lei de causa e efeito ou lei do carma?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.