DESTAQUES

Prepare sua mente para o novo ano

Luiz Alberto Py 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Só adianta pensar sobre as coisas que estão ao seu alcance

por Luiz Alberto Py

Um novo ano vai começar e é sempre bom lembrar que nossa alma se alimenta da crença de que as coisas podem mudar para melhor. Para ser otimista não é necessário inventar nada, basta lembrar de tudo de ruim que já nos aconteceu e de como as situações terríveis porque passamos foram resolvidas, superadas, ou simplesmente acabaram. Depois da tempestade vem o bom tempo, quem apostar nisto ganhará sempre.

A chegada de um novo ano é um período apropriado para se usar o tempo disponível e fazer uma avaliação do que foi para você o ano que passou e de como conduziu sua vida - ou se foi por ela levado. A mudança de ano é apenas uma marcação artificial do tempo, qualquer dia poderia ser o primeiro ou o último, mas essa passagem lhe dá a oportunidade de fazer um levantamento dos últimos 365 dias e um planejamento para os próximos. É o momento apropriado para você estabelecer projetos, metas e resoluções para o ano que se inicia. Mas resoluções de Ano Novo costumam fracassar. E isto se deve principalmente ao fato de ser mal planejadas. Um pouco de cuidado ao escolher os propósitos para o futuro pode fazer a diferença entre o fracasso e o sucesso.

Ao projetar seus caminhos para os meses que virão, algumas referências merecem ser consideradas. Em primeiro lugar, só adianta pensar sobre as coisas que estão ao seu alcance - basear projetos em ganhar na Megasena da Virada é inútil e frustrante. Depois, você precisa visualizar o que é o seu verdadeiro alcance. Muitas vezes você pode considerar alguns caminhos fora de suas possibilidades por não valorizar a capacidade de empenho, dedicação e disciplina que na verdade tem. E não se pode desprezar a força da fé. Para quem carrega em seu coração a confiança em uma ajuda que vem de uma força maior, a possibilidade da conquistar uma realização se torna maior.

Para se olhar o futuro é importante refletir sobre o passado. Entender a razão das derrotas e os motivos das vitórias. Isto ajuda a escolher as providências necessárias para que projetos pessoais e metas para o próximo ano sejam bem sucedidos. Um passo fundamental consiste em estabelecer prioridades; qual a conquista ou o sucesso mais importante, o que você deseja em primeiro lugar. Criando uma ordem de importância você pode se organizar para escolher os alvos para onde direcionar suas energias. Neste caso importa levar em conta uma criteriosa avaliação da relação custo/benefício, ou seja, o quanto de energia terá de ser gasta para obter o resultado desejado. A pergunta que cabe é saber se o preço -- medido em tempo, esforço, dinheiro e tudo o mais que representa o custo -- é compensado pelo resultado obtido, o benefício.

Eles querem sexo e elas querem casar

Na vida amorosa, por exemplo, a dificuldade de realização pessoal se torna clara quando se observa que tanto quanto muitas mulheres se queixam de que os homens só querem sexo, também muitos homens reclamam que as mulheres só querem casar. Ambos têm razão, mas não é aí que se encontra o problema do desencontro entre homens e mulheres. As pessoas se queixam porque têm dificuldade para superar as diferenças que existem entre os sexos. Na verdade a aproximação entre homens e mulheres contém uma séria dificuldade: por serem muito diferentes um do outro, eles se temem e têm ímpetos de fugirem da convivência recíproca; por isto buscam pretextos e desculpas para se manterem distantes.

Portanto, como em todas as situações de vida, o importante é procurar a sua responsabilidade. Na dificuldade de construir um relacionamento, em vez de ficar apontando os defeitos do parceiro em uma tola tentativa de fugir da tarefa de assumir a parte que nos cabe, devemos nos responsabilizar pelas dificuldades que temos em chegar a um acordo com um possível parceiro. Assim, tais dificuldades certamente acabarão por serem superadas. Os casais que vemos por aí, muitos deles felizes com seus casamentos, nos provam que é possível para um homem e uma mulher estabelecerem uma relação feliz e estável.

É preciso pensar com grandeza e generosidade, lembrando as palavras do imortal poeta português Fernando Pessoa: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". Para finalizar, lembro que as coisas do amor devem ter prioridade nos nossos projetos de vida e resoluções. Nada mais estimulante do que projetos feitos a dois -- promessas recíprocas para serem amorosamente cumpridas. Desejo boa sorte para todos no ano que se inicia e que tudo o que você semeou durante 2015 floresça em 2016.




Luiz Alberto Py

É médico psiquiatra e psicanalista. Clinica no Rio de Janeiro e faz palestras por todo o Brasil. Publicou em 2002 o best-seller "Olhar acima do horizonte", em 2004: "A felicidade é aqui" e "Saber amar" todos pela editora Rocco. Mais informações: http://doutorpy.blogspot.com



ENQUETE

Atração física não basta, tem que haver atração mental. Você concorda?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.