DESTAQUES

O verdadeiro amor é zerar as emoções negativas

Redação Vya Estelar 01/01/2016 ENTREVISTAS
Você pode transformar situações negativas em estados de gratidão

por Angelo Medina 

Esqueça o surrado conceito de amor, limitado apenas à afetividade, como cantam os Titãs em sua música 'Todo mundo quer amor', para conhecer toda a amplitude que esta palavra, literalmente mágica, pode gerar. Trata-se do amor incondicional. Para ser mais exato, o processo quântico do amor incondicional e da gratidão. Mesmo que você odeie física, continue lendo. Você pode mudar sua percepção, em relação à vida e ao mundo, quando terminar a leitura desta matéria.

Está técnica revolucionária, baseada na metáfísica e criada pelo quiropata - médico que trata da coluna vertebral e do sistema nervoso - norte- americano John Demartini; considera o seguinte: tudo que acontece no universo é AMOR e todos os eventos são neutros. O homem é que lhes atribui valores e julgamentos. Exemplos: Bom X Mau, Tristeza X Alegria, Dor X Prazer. Porém, para cada evento positivo que ocorre na natureza, outro negativo está ocorrendo, simultanemamente, sem que nos apercebamos disto e vice-versa. O mesmo acontece com o ser humano. No momento em que você consegue manter os dois pólos em equilíbrio, você zera suas emoções e se sintoniza com o amor incondicional.

Na prática, este amor é vivenciado da seguinte maneira: o seu estado psíquico não altera diante de uma situação, interpretada pelo seu ego como sendo boa ou má. Pode parecer um absurdo, mas o seu ego não ficaria extremamente seduzido por um elogio e reagiria com tranqüilidade diante de uma situação de perda, como por exemplo, perder um emprego. O lado negativo do elogio, seria sentir a carência dele. O lado positivo de perder o emprego, seria mudar a vida ou arrumar um emprego melhor. Para cada característica negativa, ocorre um benefício imediato, portanto agradeça a lição que tirou desta experiência. E para cada característica positiva ocorre uma desvantagem.

Processo quântico : busca de equilibrio >mudança de percepção >encontro do equilíbrio >libertação das moléstias = amor incondicional/emoções zeradas

Vya Estelar conversou com a psicóloga Maria Beatriz Severino, única terapeuta brasileira formada pela técnica de Demartini. Ela fala sobre o processo quântico do amor incondicional e da gratidão. Ensina um simples exercício para encontrar o equilíbrio. E argumenta que fazer críticas a pensamentos ou ações de outras pessoas, pode revelar traços escondidos de nossas personalidades. O defeito que vemos no outro, com certeza, é um espelho revelador, do que temos que curar em nós mesmos.

"Você pode transformar situações negativas em estados de gratidão. Contar as bençãos ajuda a abrir o coração"

Vya Estelar - O que é o processo quântico do amor incondicional?

Maria Beatriz - O processo quântico do amor incondicional e da gratidão provém da física quântica e da metafísica. Tem a finalidade de promover o equilíbrio das emoções, através do princípio das leis universais. Atingido assim um estado de iluminação.Quando se tem acesso a este estado de brilho, as idéias e os pensamentos saem do caos em direção à ordem. O Eu Superior torna-se claro. É a evolução. O salto de um patamar para o outro. Descobrir o amor incondicional dentro de si, é ampiá-lo a cada salto quântico.Você aprende a contar as bençãos e a gratidão em todas as situações de sua vida. Independente de seu ego interpretá-las como boas ou más.

Vya Estelar - Na prática como é este processo?

Maria Beatriz - Nós seres humanos, somos regidos pelas cargas que regem o universo, prótons e elétrons, respectivamente, cargas positivas e negativas. Os nossos padrões de pensamento - cargas e vibrações -, o nosso relacionamento conosco e com o mundo, poderão ser explicados pelas mesmas leis e padrões de comportamento, que governam o mundo dos prótons e elétrons. Durante o processo quântico, somos levados a identificar, tanto a qualidade que nos atrai nos outros, como as características que nos repelem. O que nos atrai é correspondente aos prótons, são as emoções positivas e o que repelimos no outro são os elétrons, as emoções negativas.

Vya Estelar - Como é descobrirmos no outro o nosso próprio espelho?

Maria Beatriz - De uma forma geral, tudo aquilo que condenamos no outro, e que não gostamos e nos aborrece, nós acabamos reproduzindo em termos de comportamento. Então, quando vemos alguma característica, que não gostamos no outro é importantíssimo localizá-la em nós. Da mesma maneira, o que nós gostamos no outro, que nos atrai, nós também possuímos. Precisamos também localizar estes traços. Nós somos átomos de Jesus e somos átomos de Hitler, porque fazemos parte do universo que é constituído de átomos.

Vya Estelar - Como a pessoa faria para promover o seu equilíbrio emocional?

Maria Beatriz - Buscando a polaridade entre dor e prazer, bem e mal, triste e alegre. Na hora que você começa a neutralizar elétrons e prótons, ou seja, você começa a achar o lado positivo de cada característica negativa e o lado negativo de cada característica positiva, você começa a neutralizar as cargas magnéticas. Desta forma atinge-se o equilíbrio. Adquire-se assim clareza mental, direcionamento e vitalidade. Com a neutralização, o equilíbrio é atingido, você não tem outra palavra a dizer, eu te amo, muito obrigado. Quando você está trabalhando a característica negativa do outro, que é a sua - fala com ênfase - você passa a amar. Na hora que você ama, você se transforma. Neste momento da unificação você se torna parte do cosmo e pode comandá-lo.

"Equilibrar as emoções é o primeiro passo. Zerá-las é o resultado final"

Vya Estelar - Qual é o primeiro passo para equilibrar as emoções?

Maria Beatriz - Você começa neutralizando as emoções 25 itens de prós e 25 itens de contra. Sugiro que comece com 25, tendo facilidade pule para ciquenta itens. Você pode fazer 25 itens de prós e contras de estar abandonado em um relacionamento.E 25 prós e contras de não ser abandonado - veja exercício do equilíbrio. Este é o principio da neutralização. Com isto a pessoa consegue se centrar, equilibrar no nível emocional e mental; consegue enxergar a relatividade de cada emoção e perceber que não existe o absoluto.

Vya Estelar - E para zerar as emoções e abrir o coração para o amor incondicional?

Maria Beatriz - Não tem como te passar este processo num site. Ele não é teórico, tem que ser vivenciado. Não dá para você ensinar uma pessoa a nadar, se não colocá-la na piscina. Mas fazer o exercício do equilíbrio das emoções já é um grande avanço.

"Uma vez vivenciado o amor incondicional, o paciente não precisa mais voltar. Ele vai aplicá-lo em cada emoção de sua vida, que precise ser equilibrada"

Vya Estelar - Daria para colocar tudo isso no dia a dia das pessoas?

Maria Beatriz -Para cada situação emocional, é emitida um tipo de carga, segundo a sua freqüência e sintonia. Se você emite uma vibração eletromagnética, que corresponde a uma emoção de desafeto, para uma determinada pessoa, automaticamente, ela capta esta freqüência como a sintonia de um rádio. Através do processo quântico, mudamos o padrão vibracional e pulamos de faixa atraindo outra faixa de vibração. Isto muda o seu contexto e o da outra pessoa.

O processo quântico pode ser realizado nas seguintes áreas: espiritual, mental, físico, social, financeiro, família e profissional.

"Cada emoção tratada e equilibrada conduz a uma libertação"

Vya Estelar - Já que o outro é o nosso espelho, como fica um sentimento de repulsa em relação a um corrupto, assassino ou estuprador?

Maria Beatriz - Não importa, nós temos cinco mil traços. Você pode não ter a corrupção daquela pessoa, mas você vai ter a corrupção em algum lugar. Se não você seria indiferente a corrupção. Eu não preciso roubar para ser corrupto. Você pode ser corrupto em sua relação afetiva. Eu tenho um estuprador dentro de mim. Resta saber de que forma é o estupro, no plano das idéias, dos pensamentos... Eu deixo as pessoas estupradas diante das minhas colocações verbais. Eu não preciso ser um assassino, literalmente, para descobrir o meu lado assassino. De repente, posso matar a dignidade de uma pessoa expondo-a à situações de aviltamento. Posso roubar idéias de alguém e nem por isso ser um assaltante de banco.

Vya Estelar - Afirmações positivas do tipo "eu sou próspero", "sou bem sucedido em todos os meus empreendimentos" podem dar resultados?

Maria Beatriz - Desde que você tenha mudado seu padrão negativo. Você não vai conseguir regravar em cima de uma fita negativa uma fita positiva. Primeiro é necessário equilibrar o que está negativo. Adquirindo a polaridade, o positivo se instaura. Aí sim, pode-se afirmar as frases.

Vya Estelar - O que vem a ser o pânico?

Maria Beatriz - O panico se manifesta decorrente de grandes perdas: afetiva, financeira, de um ente querido. A pessoa em pânico hiper-dimensiona a carga negativa e não consegue enxergar o benefício, trazido pela perda. Vivencia esta crise como se estivesse sendo atacada por um tigre.

Vya Estelar - Como enxergar o lado positivo na perda de um ente querido?

Maria Beatriz - O processo quântico consiste em do caos chegar a ordem. Se não houver o caos não haverá ordem. Por isso a crise é uma benção. A pessoa vai perceber que a perda do ente querido, só ocorreu na matéria. O ente querido é vibração eletromagnética do mesmo jeito. Nós temos o apego à matéria. O ente querido está aqui no meio da gente. A mudança de percepção vai ocorrer e a pessoa vai encontrar alguma benção; em relação à perda do ente querido. Você se liberta, caso tenha depositado no ente querido, o seu poder de caminhar, pensar e ser por exemplo.

Frase mestra do processo: "Eu sou um gênio e aplico a minha sabedoria"

Exercício para equilibrar as emoções

Inicialmente trabalhe com 25 itens de prós e contras e depois com cinquenta. O fudamental é encontrar o equilíbrio. Não pode ser 25 de um ou 10 do outro.

Estar namorando: 25 prós e 25 contras
Terminar este namoro: 25 prós e 25 contras

Estar empregado: 25 prós e 25 contras
Estar desempregado: 25 prós e 25 contras

O exercício pode ser aplicado nas seguintes áreas da vida:

Espiritual: medo/culpa associados ao ganho ou à perda de uma virtude ou vício.

Mental: medo/culpa associados ao ganho ou perda de memória ou imaginação.

Físico: medo/culpa associados ao ganho ou perda de saúde ou doença.

Social: medo/culpa associados ao ganho ou perda de aceitação ou rejeição.

Financeiro: medo/culpa associados ao ganho ou perda de status de riqueza ou dinheiro.

Família: medo/culpa associados ao ganho ou perda de entes queridos ou companheiros (esposa, marido).

Profissional: medo/culpa associados ao ganho ou perda de sucesso ou fracasso.




Redação Vya Estelar

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

Qual candidato à Presidência terá mais condições de melhorar o índice da FIB (Felicidade Interna Bruta) e o do IDH (índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.