DESTAQUES

Você pode criar sua doença ou cultivar sua saúde do corpo e da mente

Emilce Shrividya Starling 01/01/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Liberte-se do papel de vítima e reconheça seu poder

por Emilce Shrividya Starling

O que você prefere fazer?

Entenda que alimentar ressentimentos, censuras, culpar-se quanto ao passado, ter medo do futuro são padrões mentais que nos prejudicam. Criam as doenças e mal-estar no corpo e na mente.

Por exemplo, a culpa sempre procura um castigo e cria dor. As dores crônicas, geralmente, vêm de culpas encobertas, que às vezes nem temos consciência. Para que a dor seja eliminada, é preciso dissolver a culpa.

A culpa não ajuda ninguém a se sentir melhor e nem muda a situação. Liberte-se dessa prisão. Arrependa-se sinceramente, com humildade. Aprenda com seus erros. Liberte-se dessa prisão da culpa. Liberte-se da raiva e de todas as coisas negativas que acredita sobre você mesmo e a respeito da vida. Comece o processo de se aceitar quem você é, aqui e agora.

Valorize cada pequeno avanço. Seja tolerante com qualquer recuo ou recaída. Recomece com confiança. O processo da cura interior é lento porque você precisa superar e eliminar padrões mentais antigos e solidificados, desde a infância ou adolescência. Mas vale a pena investir em se reconstruir, se respeitar, melhorar sua autoestima e ter mais alegria de viver.

Elimine sentimentos de culpa por seus pais, pois eles, provavelmente foram vítimas dos próprios pais e não podiam ensinar o que não sabiam. Se seus pais não gostavam deles mesmos ou não sabiam ser carinhosos e atentos, eles não teriam condições de lhe ensinar a se amar e se tratar com carinho. Mesmo que tivessem a melhor das intenções. É um ciclo vicioso, que temos que superar agora no momento presente.

Aprendi com a Filosofia do Yoga que nós escolhemos nossos pais. Isso foi o início da minha libertação e o começo da minha maturidade e crescimento espiritual. Parei de culpar meus pais pelas minhas frustrações, medos e insucessos. Comecei a perdoá-los, aceitá-los como eram. Procurei entendê-los com compaixão e sabedoria.

Compreendi que viemos a esse mundo para aprender lições que nos farão avançar em nossa caminhada espiritual. E, na verdade, nós escolhemos nossos pais, porque com eles podíamos viver aquilo que queríamos aprender, superar e evoluir espiritualmente.

Muitas pessoas acusam os pais, os culpam e se queixam que são sofredores por causa deles. Mas, não é bem assim. Nascemos em nosso país e com as pessoas que nos farão ter as experiências de que precisamos para nossa evolução.

Desse modo, comecei a me libertar da culpa e mágoas que me paralisavam. Assumi a própria responsabilidade de me reconstruir, de me reestruturar. E comecei a me libertar da prisão do medo e insegurança e não aceitação de mim mesmo. Foi um processo lento e conflitante. Hoje posso dizer que sou feliz apesar de... Tenho ainda muitas conquistas a alcançar, mas sou muito grata por tudo que já superei em minha mente e na saúde do meu corpo.

Passei a tomar consciência do que estava passando dentro de minha mente e decidi dar os passos iniciais para minha autotransformação.

Sem culpar a ninguém, tomei consciência do que eu tinha permitido que fizessem comigo. Os padrões mentais que eu tinha fixado em minha mente e comecei a mudar meus pensamentos negativos. Percebi que ao mudar um pensamento de tristeza, de decepção, de depressão, o sentimento ruim e triste também ia embora.

Não foi um processo fácil ou rápido. Mas tem valido a pena, pois me transformei para melhor e passei a ajudar as pessoas que sofriam também.

As ferramentas para vencer esses fortes padrões mentais são determinação, persistência, coragem, insistir sempre, sem desistir. E, assim, criar uma fé inabalável, dia após dia.

Talvez você ainda duvide, mas tenha certeza de que somos nós que criamos nossos pensamentos. Portanto, podemos nos recusar alimentar os pensamentos que geram dor, pânico, sofrimentos e doenças.

O ressentimento, a culpa, as cobranças, a não aceitação de si mesmo, o medo, causam muitos problemas em nossos corpos e em nossas experiências de vida.

Você cria infelicidade e doenças quando alimenta crenças negativas como: "eu não mereço isso"; "não faço as coisas direito"; "sou incapaz"; "isso é difícil para mim"; "eu não sou boa o suficiente"; "sou incompetente".
Comece pensando: " Eu me amo e me aceito como sou. Eu me perdoo. Eu perdoo meus pais e familiares. Eu escolho me respeitar e me amar agora."

Para criar uma vida alegre, próspera, saudável, e atingir suas metas, é necessário purificar e mudar suas crenças do subconsciente.

Liberte-se do papel de vítima. Reconheça seu poder e valor. Comece dizendo, com determinação para você mesmo: "Quero me libertar dos pensamentos e sentimentos que me fazem criar essa doença ou essa experiência triste e frustrante.

Compreenda que, de alguma maneira, mesmo sem compreender exatamente, você contribuiu para criar esse problema ou doença. Sem culpar-se, decida-se libertar-se cada dia um pouco mais. Entenda que você tem poder de escolha. E ninguém pode fazer isso por você. Portanto, use seu livre-arbítrio para ser mais saudável e entusiasmado com a vida.

Entenda que é você mesmo que produz essa cadeia de pensamentos negativos. É você mesmo que produz os venenos tóxicos que joga no interior de seu corpo, envelhecendo precocemente, deteriorando sua saúde.

Pare de fabricar doenças em sua mente. Melhore sua autoestima.

Somente você pode parar de alimentar pensamentos autodestrutivos e de rejeição a você mesmo e parar de criar doenças. Até as doenças genéticas podem ser evitadas, dependendo de nossa forma de viver, comer e pensar.

Mantenha o equilíbrio da mente, mantendo a vigilância sobre seus pensamentos, pois se continuar pensando negativamente o dia inteiro, o ego negativo vence você. A doença vence você, porque você perde seu equilíbrio interno.

Disposição mental é essencial para ter saúde

A saúde é um dos fatores necessários para se ter uma vida feliz. E a sua disposição mental é essencial para ter saúde. Sem a atitude mental correta, se você nutrir pensamentos de raiva, culpa, desânimo ou depressão, você acaba com a saúde.

Por outro lado, mesmo que você tenha uma saúde frágil, se você mantiver um estado calmo e tranquilo na mente, poderá se sentir melhor, mais contente e bem-humorado.

Como disse Nuno Cobra, em seu ótimo livro: A Semente da Vitória: " Acredito piamente que a pessoa feliz não fica doente. A pessoa alegre, muito alegre, fortalece seu sistema imunológico, fornecendo munição para combater a doença. Por isso se fizer uma boa sessão de risadas de manhã, outra à tarde e à noite, dificilmente ficará doente."

Pratique a meditação sorrindo (veja aqui) e comece a rir mais durante seu dia.

Não basta tratar o sintoma. Precisamos eliminar a causa da doença. Daí, a importância de entender que nosso subconsciente aceita como verdade aquilo que escolhemos acreditar. Aquilo que aceitamos ser verdade a nosso respeito e a respeito da vida, se tornará verdade para nós.

Precisamos entender que temos escolhas. Quando vierem pensamentos sem controle, em nossa mente, podemos reconhecê-los. Podemos alimentá-los, criando doenças ou desapegar-se deles, vendo a realidade de outra perspectiva. Podemos dissolver esses pensamentos negativos ou sermos vítimas deles.

Importante também, controlar o impulso de pronuncair palavras ásperas, negativas, afirmando suas doenças ou problemas. Substitua-as por palavras positivas, de aceitação, tolerância e gentileza.

Pare de ficar remoendo os problemas ou desacertos do passado. O momento presente é que é importante. O que aconteceu no passado, foi criado por você, por seus próprios pensamentos e antigas crenças limitantes, sem que você nem percebesse.

O poder da mudança é Agora. O que você escolher pensar, acreditar, e dizer hoje, nesse momento, está criando seu futuro.

Assim, observe o que está pensando agora, nesse instante. Preste atenção...

É um pensamento negativo ou positivo? Você quer que esse pensamento crie seu futuro?

Decida ser feliz. Decida pensar o melhor para você. Entenda que só você pode fazer você feliz, porque somente você pode curar sua própria mente. Namaste! Deus em mim saúda e agradece Deus em você! Fique em paz!




Emilce Shrividya Starling

É formada em Yoga pela Federação de Yoga do Brasil e Centro de Estudos de Yoga Narayana/S.P, com aperfeiçoamento em Hatha Yoga e Meditação nos Estados Unidos. É professora de Hatha Yoga em Santos (SP), desde 1989. Atualmente ensina Filosofia do Yoga e Meditação.



ENQUETE

Qual candidato à Presidência terá mais condições de melhorar o índice da FIB (Felicidade Interna Bruta) e o do IDH (índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.