DESTAQUES

Cuido mais do enteado do que minha mulher. O que faço?

Blenda de Oliveira 01/01/2016 PSICOLOGIA
Tom mais colaborativo e menos queixoso tem mais chance de sucesso

por Blenda de Oliveira

"Gostaria de saber como agir. Sou casado há dois anos e minha esposa tem um filho do antigo casamento, que gosto muito, porém, cuido mais dele do que minha esposa. O que faço pra ela perceber que ajudo de outras formas, mas que a responsabilidade é da mãe?"

Resposta: Vocês já conversaram sobre isso?

Seria interessante conversar com sua esposa de uma forma tranquila sem cobrá-la dessa responsabilidade, pois talvez ela tenha conflitos em relação à maternidade, como considerá-la um estorvo ou algo que não possa fazer com competência. Se apenas falar sobre a responsabilidade dela, poderá criar ainda mais resistência. Sugiro que mostre para ela como o que você faz traz resultados positivos no desenvolvimento da criança e que vocês dois poderiam juntos contribuir muito mais para isso. Veja o que ela gosta de fazer e nas suas preferências no que poderia incluir o filho. Além disso, insista no quanto ela é importante e insubstituível para cuidar da criança.

Sabemos pouco sobre o que se passa com ela nessa relação mãe e filho e por que ela delega a maior parte dos cuidados a você.

Talvez o ache melhor nisso que ela ou talvez tenha sido muito difícil tornar-se mãe (não sei como foi o processo de gestação ou em que momento essa criança chegou).

Uma conversa em um tom mais colaborativo e menos queixoso tem mais chance de sucesso. Cobranças tendem a gerar resistência.

Além disso, sugira de uma maneira tranquila alguns programas divertidos que a aproximem do filho, como por exemplo, simplesmente ir à padaria.

E, por último, diminua um pouco sua disponibilidade. Experimente em alguns momentos não fazer ou não assumir toda a responsabilidade.

Boa sorte!

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

Você revidaria uma traição?





VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.