DESTAQUES

Carro é o bem que mais tem poder de satisfazer a vaidade

Flávio Gikovate 01/01/2016 COMPORTAMENTO
Carro: maior sinal exterior de riqueza

por Flávio Gikovate

O mais poderoso sinal exterior de riqueza - “Ao circular com um carrão por aí, você projeta uma série de significados que esse carro representa: poder, prestígio, sucesso, competência para a acumulação de riquezas...”

Não basta à vaidade ter riquezas; é necessário que se encontrem os meios de exibi-la, para que elas despertem o olhar de admiração. É necessário que se criem mercadorias de grande valor: símbolos de riqueza que provoquem impacto.

Atrairá a atenção quem possuir casas muito grandes, joias ricas em pedras raras (e, por isso mesmo, caras), roupas de grifes sofisticadas...      

Carro: duplamente utilitário     

Uma parte de nossa inteligência tem sido utilizada para a descoberta dos meios de produção de mercadorias necessárias à vida; outra parte para a fabricação de coisas de utilidade duvidosa, mas que são símbolos de riqueza.

O mais comum é a associação das duas intenções. Mercadorias capazes de facilitar a vida do homem são feitas em vários modelos: uns mais simples de acordo com sua utilidade; outros mais sofisticados que servem aos fins práticos e também para a ostentação de riqueza. O carro exemplifica bem isso; a finalidade é preenchida pelo mais simples e pelo mais sofisticado, mas este último chama a atenção e é símbolo de privilégio.     

A sofisticação é feita, ao menos em parte, em nome do conforto e da melhor qualidade; mas quase sempre é o elemento erótico ligado à vaidade que justifica o esforço a mais – ou até mesmo o extremo esforço! – que as pessoas estão dispostas a fazer para poder adquiri-lo.

Dessa forma, o carro se torna o mais poderoso sinal exterior de riqueza, pois atende a premissa com a qual abri este artigo: não basta à vaidade ter riqueza, é preciso exibi-la.

Ao circular com um carrão por aí, você projeta uma série de significados que esse carro representa: poder, prestígio, sucesso, competência para a acumulação de riquezas... Seu objetivo: despertar a admiração e eventualmente a inveja de outras pessoas.

Assim, você se “distingue” da maioria em qualquer hora e lugar.  




Flávio Gikovate

É médico psiquiatra formado pela USP em 1966. Foi assistente clínico do Institute of Psychiatry na London University. Em 45 anos de carreira já atendeu mais de oito mil pacientes. É escritor e palestrante. Assim como Erich Fromm, Carl Rogers e Erik Erickson, psicoterapeutas e escritores contemporâneos, dos anos 50 e 60, Gikovate tem tido sucesso em escrever textos sérios em linguagem coloquial. Seus livros já ultrapassam o milhão de exemplares vendidos. RIP.



ENQUETE

A morte trágica da bancária Lilian Jamberci, vítima do "Dr. Bum Bum", trará à luz uma reflexão sobre o vício da vaidade?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2018
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.