DESTAQUES

Libertar-se de crenças e culpas amplia nossa visão de mundo

Ângelo Medina 22/02/2019 AUTOCONHECIMENTO
Libertar-se de crenças e culpas amplia nossa visão de mundo
Fonte: imagem Pixabay
“Um homem que está livre da religião tem uma oportunidade melhor de viver uma vida mais normal e completa.” Sigmund Freud

Por Ângelo Medina

As religiões são, em minha opinião, essenciais para a sobrevivência espiritual, psíquica e emocional de grande parte da humanidade, respeitemos os ateus. Foi o caminho encontrado pelo homem para se conectar com o Divino Supremo (algo superior a ele), religando sua Força Interior, para poder lidar com o imponderável, a impermanência e seus erros - culpas - e evoluir espiritualmente.  E sem qualquer tipo de partidarismo, não há religião melhor (superior) ou inferior. No sentido exposto aqui, todas as religiões, sem exceção, irão se sintonizar com a demanda e o caminho espiritual percorrido por cada um.

Mas, paradoxalmente, a frase de Freud na chamada acima é verdadeira. Isso pois as religiões em sua cultura, são permeadas por dogmas, crenças... e toda crença tende a ser limitante, pois enxerga o mundo, Deus (o Grande Mistério) e o homem sob um ponto de vista parcial, criando uma eterna Guerra Santa para ver qual ponto de vista irá vencer ("dominar").         
           
Se pensarmos que a palavra religião vem do latim religare, não existe ateu, pois sua religião reside em seu próprio Ser, ele se religa a si mesmo, tornando-se um deus de si.      

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor(a), mais perto ainda de nós. O jornalista e editor do portal Vya Estelar, Ângelo Medina, responderá perguntas ou dúvidas relacionadas a este post que você acabou de ler. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    religião, religare, crença, culpa, autoconhecimento

Ângelo Medina

Ângelo Medina é editor-chefe do portal Vya Estelar. É jornalista e ghost writer. Com 30 anos de experiência, iniciou sua carreira na cobertura das eleições à Prefeitura de São Paulo em 1988 (Jornal da Cultura). Trabalhou no Caderno 2 - O Estado de São Paulo, Revista Quatro Rodas (Abril). Colaborou em diversas publicações e foi assessor de imprensa no setor público e privado. Concebeu o site Vya Estelar em 1999. É formado em Comunicação Social pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.