DESTAQUES

Treinar com amigos realmente estimula a prática de exercícios físicos?

Milena Imaizumi 25/09/2017 SAÚDE E BEM-ESTAR
Treinar com amigos realmente estimula a prática de exercícios físicos?
Fonte: imagem Pixabay
Prática regular de atividades físicas e de exercícios de intensidade moderada trazem benefícios físicos, mentais e sociais

por Milena Liste
 
Estudo divulgado pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo revela que a companhia de amigos durante a realização de exercícios ajuda a reduzir o estresse, ao mesmo tempo em que a interação social serve de apoio aos praticantes. Na prática, as conclusões do estudo também podem ser sentidas em redes de academia espalhadas Brasil afora.

Praticar exercícios físicos com regularidade requer consciência pessoal, vontade, estímulo e disciplina.

Yoga, exercícios aeróbicos de intensidade moderada, hidroginástica são atividades que reduzem o estresse, diminuem a frequência cardíaca em repouso, tornam melhores os índices séricos (sanguíneo) como glicose e diminuem o colesterol "ruim"- os que entopem as paredes das veias e aumentam o colesterol "bom" - os que limpam as paredes das veias, controlam o peso corporal e deixam a pessoa mais ativa e disposta.

Hoje, sabe se que a prática regular de atividades físicas e exercícios de intensidade moderada trazem benefícios físicos, mentais e sociais. Porém, para se engajar num programa regular, para "vencer" aquela preguiça, ou a falta de tempo, a prática com amigos ou em determinado grupo de modalidade, o praticante facilita a assiduidade e comprometimento.

Ginástica laboral  

Na ginástica laboral, isto é, a prática de alongamentos, exercícios de curta duração em grupo durante a jornada de trabalho, comprovadamente nota-se: redução de estresse e de lesões associadas ao trabalho.

Apesar de o praticante ser "obrigado" a realizar em grupo, a socialização, a melhora de autoestima e comprometimento são observados na ginástica laboral.

TEXTO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE



Agora, quando o praticante de qualquer idade, gênero, nível sociocultural, se engaja numa atividade em grupo, objetivos em comum, o lado recreativo, a socialização em pertencer e ser querido fazem diferença para a adesão, regularidade, comprometimento, presença constante e esforço em vencer os obstáculos na nova prática de exercícios.

Vários grupos se formam hoje em dia, onde além da prática, propriamente dita da modalidade, ocorrem as viagens de turismo, por exemplo: meditar na Índia, ou algum contato com a natureza; correr determinada corrida de rua com a turma em certa cidade ou data especial, como a São Silvestre ou ainda, sair com os amigos após a aula de ginástica de academia.

Então, o que você está esperando?

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A professora de educação física e fisioterapeuta Milena Imaizumi responderá e-mails relacionados à saúde da mulher na área da atividade física, fisioterapia/obstetrícia, ginástica postural, ergonomia e RPG. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail não serão publicados.

ENVIAR PERGUNTA



TAGS :

    malhar, junto, ginástica, laboral

Milena Imaizumi

Educadora física, pós-graduada em Fisiologia do Exercício e fisioterapeuta, pós-graduada em Fisioterapia Desportiva. Desde de 1997, atua como personal trainer há 15 anos na área de ginástica postural e RPG. Desde 2007, na área de uroginecologia trabalha com orientação e conscientização da saúde do homem, da mulher e de atletas quanto a musculatura pélvica e afecções. Supervisiona o curso de Fisioterapia em Obstetrícia e Uroginecolocogia da UNIFESP.



ENQUETE

É possível ser você mesmo no ambiente de trabalho?






VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2019
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.